Aqui está uma situação muito comum de que muita gente de varias idades sofre: dermatite seborreica, mais conhecida por caspa oleosa.

O que acontece é que devido à secreção exagerada de gordura pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo (provocada por um processo inflamatorio) criam o ambiente ideal para o desenvolvimento de um esporo: pityrosporum ovale, que leva à formação de placas de caspa agarradas ao couro cabeludo, que muitas vezes dão muita comichão.
Esta situação é frequente em cabelos oleosos ou com tendência a oleosos, principalmente em alturas de grande stress ou de alterações hormonais.

Apesar de ser uma situação frequente também já há tratamentos muito eficazes que a resolvem com facilidade.

Este tipo de couros cabeludos devem ser lavados com campos de frequência suaves/ purificantes (por ex. O Ducray extra-doux, Dercos mineral de frequência ou o Kerium purificante), isto porque em situação de "não-crise" não se deve retirar demasiado o sebo produzido, uma vez que as glândulas terão tendência a produzir mais para compensar essa carência. No caso de cabelos muito oleosos (os meus preferidos são o sebophane e o Dercos cabelos oleosos) alterna-se dia sim-dia não com um champô para cabelos oleosos.

Mas o mais complicado é controlar as crises e para isso, para mim há um tratamento de eleição! O champô Ducray Kelual DS, alternado com o normal de frequência. Caso tenham zonas com grandes formações de crosta localizada, podem usar o creme Kelual antes das lavagens (deixar actuar 15 min antes). Em alternativa também têm o Trikare K, para alternar com o de frequência.

Vão ver que assim, as alturas complicadas vão passar rapidíssimo! Experimentem!

Para estar sempre a par da Farmácia dos Amigos siga-nos no Facebook e faça Like Aqui

Leave a Reply