Ontem foi mais uma noite de serviço... Digo mais uma porque lá na farmácia fazemos serviços de 4 em 4 dias, mais ou menos 2x por semana...mesmo a rodar por 3 pessoas é cansativo para além do trabalho normal de 40h semanais.

Ontem foi uma noite mais difícil que o habitual, porque normalmente até à 1h da manhã temos muito trabalho, por vezes até fila à porta, mas ontem não consegui pregar olho.

Sei que apesar de tudo tenho o privilégio de ter uma cama para descansar nas noites de serviço, pois nem todas as farmácias têm, as vezes é mesmo só uma cadeira ou um sofá que reclina. Mas ontem era noite de carnaval.

Ontem, enquanto os foliões estavam a divertir-se na rua, no meio de conversas animadas e música brasileira, estava eu à espera que alguém precisasse de um medicamento. Tive chamadas à 1h45, 3h39 e 5h40. Nos intervalos não consegui adormecer por causa do barulho ensurdecedor e porque sempre que me estava a habituar à "martelada" da música tocava a campaínha e lá ia eu a arrastar-me. A tentar não ter cara de sono e atender com um sorriso quem, por azar, estava doente e precisava de simpatia juntamente com um medicamento milagroso.

Ontem só me apetecia fechar a porta e ir festejar... Oh se me apetecia! Mas claro que não podia, tinha consciência que o meu papel de estar disponível para ajudar quem estivesse doente era mais importante.

Adoro o meu trabalho como farmacêutica, mas confesso que estas noites me matam... São desgastantes, parece que nunca mais passam é por vezes não aparece ninguém... E mesmo assim, alguém tem (obviamente) de estar lá.

É um serviço que é prestado pelas farmácias há séculos, não é apoiado pelo estado mas é uma obrigação das farmácias, apesar de dar sempre prejuízo...

Seja como for, obrigada a todos os meus utentes que, apesar de doentes, pedem sempre desculpa pelo incomodo de me "acordarem" e agradecem a atenção dispensada. Faço de bom grado, apesar do cansaço! Agora vou descansar um bocadinho! Bom fim de semana!

One Response so far.

  1. Aii como eu percebo.. Agora já não faço serviços e a minha farmácia já só faz de 21 em 21 dias. Mas as noites que lá passei foram horríveis. Apanhei um daquelas tempestades de alerta vermelho que quando saí de havia imensas árvores no chão com tronco partido mesmo. Ainda por cima não dormi nada porque parecia que ia cair tudo, só atendi uma pessoa às 6 da manhã.. e não temos caminha para dormir, a farmácia também é bastante fria e as pessoas ao passarem na rua parece que estão lá dentro estamos sempre de sobressalto :/

Leave a Reply